• Piano
Menu
Escolher um contacto:
Integrado | Doutorando
Faculdade de Motricidade Humana | Universidade de Lisboa
Estrada da Costa
1499-002 Cruz Quebrada - Dafundo
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 414 91 87

Nota Biográfica

Licenciada em Etnomusicologia pela Universidade Paris-X-Nanterre (França, 2004) e Mestre em "Ethnologie des Arts Vivants" pela Universidade Nice Sofia-Antipolis (França, 2013), Sophie Coquelin investiga os processos de revitalização da dança de raiz tradicional em Portugal. Em 2017, iniciou um doutoramento em Motricidade Humana, Especialidade de Dança, na Faculdade de Motricidade Humana, graça a uma bolsa de doutoramento da Reitoria da Universidade de Lisboa. Pretende aprofundar o entrosamento entre a Antropologia e a Arte, abordando a questão da multimodalidade na “dança mandada”.
Publicou dois artigos, um na "Post-Ip" - Revista do Fórum Internacional de Estudos em Música e Dança (INET-md, polo UA): Arte de mandar e teatralidade nos bailes de chamarritas (http://revistas.ua.pt/index.php/postip/article/view/3436); outro no “Journal of Emerging Dance Scholarship” da World Dance Alliance: Estrangement or exoticims? When two contemporary dance choreographers incorporate images of a TV series about Portuguese expressive practices (https://www.jedsonline.net/sample-page/2018-jeds/2018-theme-dancing-dance-making-responding-to-spatial-configurations/ ).
Entre 2014 e 2017, teve uma bolsa de investigação para Mestre no INET-md, polo FMH-UL, onde trabalhou nomeadamente no projeto Terpsicore - base de dados de dança e artes performativas em Portugal, coordenado pelo Prof. Daniel Tércio.
Na interface entre mundo académico e sociedade civil, a sua experiência profissional decorreu na Associação PédeXumbo enquanto produtora cultural, e no Institut Occitan d´Aquitaine enquanto assistente do etnomusicólogo Jean-Jacques Casterêt. Participou em iniciativas de registos etnográficos no Alentejo, no Algarve e nos Açores; e na organização de arquivos sonoros (bases de dados "Ibn Battuta" de La Maison des Cultures du Monde e "Sondaqui" do Institut Occitan d´Aquitaine). Foi consultora em Etnomusicologia para o filme "Sinfonia Imaterial" de Tiago Pereira, editado pela Fundação INATEL, e consultora em Antropologia para a criação "Fica no Singelo" da Cia de dança Clara Andermatt.
 
 
 
 
 
 
Grupo de Investigação: Estudos em Dança