• Dança 3
Menu

Resumo

Esta investigação centra-se na Orquestra Geração, um projeto para a promoção da inclusão social através da música abordado aqui como uma oportunidade para o estudo da socialização orquestral em tempo-real e para refletir sobre o impacto e as implicações deste tipo de projetos socio-artísticos e educativos. Globalmente, propõe-se uma perspetiva simétrica face ao El Sistema e projetos similares, que permaneça aberta tanto aos seus aspetos potencialmente positivos como negativos. Tal é necessário para a efetiva concretização de uma abordagem racional e analítica, em vez simplesmente emocional, a estes projetos (Baker 2014). Ambiciona promover o pensamento crítico, explorando a complexidade e as nuances mas também as contradições e ambivalências destes projetos, como modo de reconhecer a sua complexidade.

A publicação do volume temático da revista Music and Arts in Action – ‘El Sistema, Youth Orchestras and Ensembles as socio-artistic intervention: exploring ambivalence, contradiction, and complexity’ (em preparação) é um dos produtos deste projeto.

Coordenação 

Pedro Santos Boia

Equipa 

Pedro Santos Boia | Graça Boal-Palheiros | João Teixeira Lopes

Instituição Participante

Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Período

Desde janeiro de 2017 até à data

Palavras-chave

Socialização orquestral; inclusão social; Orquestra Geração; El Sistema