• Dança 2
Menu
Labeamus - Laboratório de Ensino e Aprendizagem de Músicas da Universidade de Aveiro, do INET-md, em parceira com a linha de pesquisa Cultura e Processos Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás, promove no dia 23 de abril, o “Falando Sobre: Dialogia e Corpomusicalidades. O evento decorre em formato online, das 18h00 às 19h30, sob o formato de mesa redonda,  e apresenta o relato de práticas educativo-musicais cujo foco é o protagonismo e a coautoria artística com as comunidades. A temática Dialogia e Corpomusicalidades contempla atravessamentos dialógicos entre corpo e música que têm a sua base na horizontalidade das relações de aprendizagem e no entendimento transfronteirístico de saberes conclamados que se  transformam em criações artísticas singulares. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e devem ser feitas no seguinte formulário.
 
mesa redonda conta com a presença de Márcio Penna Côrte Real (Universidade Federal de Goiás, Programa de Pós Graduação em Educação), Helena Caspurro (INET-md/Universidade de Aveiro) e moderação de Késia Mendes Barbosa Oliveira (Universidade Federal de Goiás e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás e Universidade de Aveiro).
 
  
lkd-falandosobre-23abr24.jpg
 
 
Márcio Penna destaca sua investigação sobre as práticas culturais dos afro-descendentes no Brasil, especialmente as rodas de Capoeira, onde a música desempenha um papel crucial no desenvolvimento educacional. Ele enfatiza como a música pode ser tanto um instrumento de educação quanto um objeto de prestígio e disputa entre os agentes sociais envolvidos na Capoeira. Seu objetivo é incentivar educadores, especialmente os ligados à música, a refletirem sobre a presença da música e seus processos educacionais em contextos marcados por relações de poder, como o campo cultural da Capoeira.
Por outro lado, Helena Caspurro compartilha sua experiência com o projeto "Se queres saber o que é o Paluí…põe o teu dedo aqui! Viagem por histórias sonoras que a língua portuguesa conta". Este projeto, inspirado na obra musical de uma cantautora, envolveu cerca de 600 crianças e professores do Pré-Escolar e Ensino Básico, com o objetivo de promover o desenvolvimento da língua portuguesa e da expressão criativa por meio da música. Além disso, o projeto estimulou o uso de estratégias educacionais inovadoras e expandiu os horizontes expressivos das crianças no âmbito das artes visuais e plásticas, contando ainda com a participação dos alunos de design da Universidade de Aveiro.
 
Sabia mais sobre os intervenientes
Márcio Penna Côrte Real | Licenciado em Educação Artística habilitação em Música (1999) e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (2001); Doutor em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). É Professor Associado na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, atuando na graduação em Pedagogia na área de Arte e educação - música; e na Pós-Graduação em Educação, como professor permanente, na linha de Cultura e processos educacionais. É professor colaborador no Programa de Pós-Graduação em Performances Culturais nesta universidade. Ensina e pesquisa as relações entre cultura, arte e educação; os processos educacionais que se desenvolvem no universo da arte e das práticas culturais; as práticas culturais dos negros, como a Capoeira, e sua relação com o racismo e os processos educacionais, além de outros grupos sociais; e abordagens teóricas como educação dialógica-problematizadora; sociologia da cultura; investigação-ação educacional; e o pensamento social e a interpretação do Brasil.
 
Helena Caspurro Professora Auxiliar da Universidade de Aveiro (UA), investigadora do INET-Md e colaboradora do CESEM da FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Pianista, cantautora num género jazzístico e de fusão, editou quatro CDs de originais, Mulher Avestruz (2003), Colapsopira (2009), Paluí (2013) e Massaiá, este um álbum duplo. Está envolvida em temas  como improvisação, compreensão musical e criatividade, atuando na direção das unidades curriculares Didática da Música no mestrado em Ensino de Música, criação e direção artística de concertos musicais e cénicos (Casa da Música, Porto) e, ainda, no desenvolvimento de pesquisa artística em contexto educativo e social, donde se destacam trabalhos criativos e transdisciplinares  germinados na música, implementados em Portugal. Com o curso superior de piano, é licenciada em Filosofia, mestre em Ciências Musicais e doutorada em Educação Musical.
 
Késia Mendes Barbosa Oliveira | Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Goiás (1998), mestrado em educação pela Universidade Federal de Goiás (2006), é doutoranda em Educação pela mesma universidade e atualmente está em Estágio Doutoral em Música no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.  É professora do ensino básico, técnico e tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, atuando com as disciplinas pedagógicas na formação de professores dos cursos de Licenciatura em Dança e Licenciatura em Pedagogia Bilíngue – Libras/Português do câmpus Aparecida de Goiânia. Ensina e pesquisa no campo da Educação com ênfase em prática docente, prática cultural, arte, infância, experiência estética e formação humana.