• citara
Menu

Maria do Rosário Pestana

 

Armando Leça foi uma figura nuclear no processo de construção de ícones e narrativas da “música portuguesa” e na sua disseminação junto de diferentes estratos da nossa sociedade, com impacto observável ainda nos dias de hoje. Desenvolveu ações pioneiras no âmbito da composição musical para cinema e para novos modelos performativos, e também no levantamento de músicas de matriz rural, tendo reunido a primeira coleção de registos sonoros extensiva a todo o continente português.

Este livro propõe uma abordagem à realidade musical portuguesa, através do enfoque na atividade de Armando Leça. Músico de interseção, ele é uma personalidade-chave para compreender as trocas, as dinâmicas e os valores que enformaram a prática musical em Portugal nas três décadas que medeiam a implantação da República e a comemoração do duplo centenário, em 1940.

 

 

índice

 

Armando Leça e a Música Portuguesa 1910-1940 | Editora: Tinta da China, Lisboa | Lançamento: Out. 2012 | ISBN: 978-989-671-106-1 | Dimensões: 21 x 29 cm | Páginas: 296 | Idioma: Português | Capa mole