• Bombos2
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Integrado Doutorado | Investigadora Auxilinar
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa
Av. de Berna, n.º 26 C
1069-061 Lisboa
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 790 83 00 (ext. 1583)

Nota Biográfica

Cristina Fernandes é investigadora integrada do INET-MD (NOVA FCSH), onde desenvolve o projecto “Música, poder e diplomacia no século XVIII: Portugal no palco internacional” (desde Fevereiro de 2019). Entre 2011 e 2017 realizou um pós-doutoramento sobre as práticas musicais e o cerimonial da Capela Real e Patriarcal de Lisboa (1716-1834), com uma bolsa da FCT, e entre 2015 e 2017 coordenou a linha temática do INET-md “Abordagens Históricas à Performance Musical”. Natural da Guarda, fez o Curso Complementar de Piano no Conservatório da Covilhã, antes de obter a licenciatura em Ciências Musicais na NOVA-FCSH. Completou o Mestrado em Musicologia Histórica na mesma instituição e doutorou-se na Universidade de Évora em 2010. Tem integrado diversos projectos de investigação em Portugal e no estrangeiro, incluindo várias colaborações com com grupo “Música em Espanha; Composição, Recepção e Interpretação” (Universidade de La Rioja). Actualmente faz parte da equipa do projecto europeu "PERFORMART- Promoting, Patronising and Practising the Arts in Roman Aristocratic Families (1644-1740). The Contribution of Roman Families’ Archives to the History of Performing Arts" (IP: Anne-Madeleine Goulet, ERC Consolidator Grant 2015; instituições de acolhimento: CNRS, École Française de Rome) e da equipa do projecto “PROFMUS-Ser Músico em Portugal: a condição sócio-profissional dos músicos em Lisboa” (INET-md, financiado pela FCT). Tem participado em conferências e seminários de investigação em Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, França, Bélgica, Holanda, Áustria e Brasil e é autora de diversos livros e artigos sobre a música e a cultura no século XVIII, entre outros temas. Foi professora em estabelecimentos do ensino especializado da música de diferentes níveis, incluindo a Fundação Musical dos Amigos das Crianças, a Academia Nacional Superior de Orquestra (Metropolitana), a Escola das Artes – Univ. Católica Portuguesa (Porto) e o departamento de Ciências Musicais da NOVA FCSH. É membro da direcção da SPIM-Sociedade Portuguesa de Investigação em Música e crítica de música do jornal Público.
 
 
 
 
 
 
Projecto de Investigação – Contrato DL 57 – NT (desde Fevereiro de 2019)
 
 
Música, poder e diplomacia no século XVIII: Portugal no palco internacional
 
A temática “Música e Diplomacia” tem despertado cada vez mais interesse nos meios académicos internacionais mas, até agora, tem sido pouco abordada em Portugal. Este projecto pretende contribuir para um novo campo de pesquisa através do estudo do papel da música no âmbito do exercício da diplomacia pelos embaixadores e por outros agentes diplomáticos portugueses durante o século XVIII. Em paralelo, considera também a acção dos diplomatas estrangeiros em Lisboa. Numa primeira fase, o foco principal será Roma (palco de competição ente as várias casas reinantes europeias perante o Papado) e numa segunda fase irá desenvolver estudos de caso que terão como contexto cidades como Lisboa, Madrid, Viena, Paris ou Utreque, entre outras. Envolvendo uma abordagem transdisciplinar, a investigação pretende trazer novas perspectivas sobre o modo como a música moldou a procura do poder e as relações internacionais; caracterizar estratégias de mecenato, práticas cerimoniais e musicais em eventos políticos e festivos (como entradas solenes, celebrações religiosas, Te Deum, serenatas, óperas, concertos e bailes); analisar o impacto das redes diplomáticas nas transferências culturais e na circulação de música e músicos, bem como na formação de músicos no estrangeiro e nas suas carreiras profissionais.