• Palco
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutor Colaborador
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Patricia Opondo é etnomusicóloga e docente de Música e Dança Africanas na Universidade de KwaZulu-Natal em Durban, África do Sul. Em 1997, fundou a licenciatura em Música e Dança Africanas, na então Universidade de Natal, Escola de Música. Mais de 20 anos depois, o programa tornou-se num curso e opção de diploma vibrante e bem sucedido, tendo graduado inúmeros performers, gestores de arte e educadores em MDA. Opondo é ainda diretora do Projeto Música Africana na Escola de Música. De 1997 a 2003, foi produtora cultural/curadora do evento anual African Music and Dance Showcase em Durban. Desde 2006, tem supervisionado estudantes na organização do evento anual African Cultural Calabash.
É ainda diretora artística de três ensembles profissionais Amaqhikiza, Ikusasa Lethu and Izinyoni Ezindizayo, com apresentações na Alemanha, Dinamarca, Suécia, Canadá, Perú, Moçambique, Uganda e várias cidades na África do Sul. Dirigiu várias iniciativas comunitárias, incluindo um programa de formação de professores. Em 2006, concluiu uma série educacional em DVD que incide sobre várias formas de música e dança indígena Zulu.
Em 2007, fundou uma unidade de investigação e documentação no âmbito do African Music Project, e tem vindo a lecionar cursos de pós-graduação em Documentação Etnográfica e Vídeo de Rituais e Performance desde 1999. O curso e o seu equivalente de graduação, Extensão da Música Africana: Documentação, tem formado cineastas etnográficos e documentaristas que têm vindo a obter reconhecimento internacional através da apresentação dos seus trabalhos em festivais de cinema e conferências académicas internacionais por todo o mundo. Opondo leciona ainda cursos de Etnomusicologia e Desenvolvimento Comunitário e lidera a divisão de Etnomusicologia Aplicada no seu departamento. As suas publicações incluem: “Restructuring the narrative of womanhood through song: the women dodo singers in Kenya” nos Proceedings of the 14th Symposium on Ethnomusicology (1997); “Cultural policies in Kenya” em Arts Education Policy Review (May-June, 2000); “Strategies for survival by Luo female artists in the rural environment in Kenya” em Stepping Forward: Black Women in Africa and the Americas (2002). Os seus interesses de investigação incluem etnomusicologia no setor público, estudos africanos, educação em música e etnografia da dança.