• Dança 6
Menu

O Museu do Fado e o INET-md contam já com uma longa história de colaboração. Estas instituições colaboraram na preparação da documentação necessária à candidatura do Fado à inscrição na lista da Convenção para  a salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO. Esse trabalho envolveu vários investigadores do INET que identificaram e catalogaram vários milhares de discos de 78 rotações e partituras de fado depositadas em diversos arquivos. A equipa também estudou as práticas do Fado e elaborou dezenas de históricas de vida dos mais reconhecidos interpretes do género.
Desde então, a colaboração continuou no âmbito de exposições, investigação sobre os contextos históricos do fado e construção de guitarra portuguesa, investigação que resultou em monografias e capítulos de livros (ver bibliografia).
A equipa digitalizou o acervo de discos em 78 rotações que integram a colecção do Museu do Fado e do Ministério da Cultura, bem como colecções privadas e do próprio Museu do Fado, acções que continua a desenvolver no presente. Os fonogramas  digitalizados vão sendo disponibilizados para consulta pública, em linha, naquele que é o primeiro arquivo de som digital em Portugal (http://arquivosonoro.museudofado.pt). A equipa foi também responsável pela produção de CD com gravações históricas restauradas.
Regularmente, a equipa apresenta o seu trabalho em reuniões científicas internacionais, acções de divulgação, e entre a comunidade de prática do fado. Também organizou reuniões científicas internacionais e oficinas sobre a história do fado, métodos e técnicas da etnomusicologia para públicos não-especializados.
 
 
 
 
 
Colaborações