• Dança 6
Menu
SEMINÁRIO PERMANENTE EM ESTUDOS HISTÓRICOS E CULTURAIS EM MÚSICA
 
O Seminário Permanente do grupo de investigação Estudos Históricos e Culturais em Música do INET-md pretende ser um fórum onde todos os seus membros (integrados e colaboradores), bem como outros investigadores e investigadoras do meio académico, cultural e artístico, possam apresentar o seu trabalho e discutir projectos e investigações em curso.
 
 
22-01-2024 | 18:00 | Colégio Almada Negreiros, NOVA FCSH | Sala 209 - Piso 2
 
Acesso livre, presencial e online:
 
Sala Zoom
ID da reunião: 926 5681 6221
Senha: 490483
 
 
 
A flauta Boehm no espaço luso-brasileiro no século XIX
 
Maurício Freire Garcia | Universidade Federal de Minas Gerais
 
A adopção da flauta Boehm em Portugal e no Brasil carrega similaridades e diferenças importantes. A nova flauta parece ter ganho adeptos mais rapidamente no lado oeste do Atlântico, ao mesmo tempo em que a adopção do sistema nos conservatórios dos dois países parece ter acontecido em momentos semelhantes. A coexistência da flauta de sistema simples com a Boehm também é uma característica importante no período nos dois países. Essas observações podem ser corroboradas por evidências em três campos distintos: no comércio, na performance e na pedagogia. A presente investigação encontrou um ambiente flautístico activo e produtivo em ambos lados do oceano. Esse facto contradiz a afirmação da investigadora norte americana, Nancy Toff, para quem “O século XIX foi um período de depressão para o repertório da flauta”.
 
 
 
 
Mauricio Freire Garcia | Professor Titular da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. Graduado pela mesma instituição em 1987, é o único flautista a receber o título de doutorado, com honras, no New England Conservatory, EUA. Seus interesses de investigação abrangem a história e pedagogia da flauta, análise espectral e análise da performance. Trabalhou com importantes regentes e compositores como Kurt Mazur, Kristoff Penderecki, Eiji Owe, Sofia Gubaidulina e Thea Musgrave. Foi membro do Boston MusicaViva, um dos principais grupos de música contemporânea dos EUA. Entre seus professores destacam-se James Galway, Paula Robison, Fenwick Smith e Expedito Vianna. Actualmente é investigador visitante do INET-md, NOVA FCSH.