• Dança 5
Menu
Resumo
O serviço educativo da Casa da Música, a principal sala de concertos no Porto, criou uma aplicação específica com o objetivo de introduzir a apreciação musical nas escolas do 1.º Ciclo numa base diária - o Orelhudo. Desde fevereiro de 2013, 7 escolas e 51 salas de aula, num total de 979 crianças tiveram a aplicação instalada nos seus computadores. Os professores envolvidos participaram anteriormente numa série de workshops. Para setembro de 2013, a expectativa é de que o projeto possa ser expandido para mais escolas e, no final de julho 2013 a versão da aplicação para as crianças seja colocado on-line, com acesso gratuito. Os critérios para a escolha das escolas apontaram para instituições públicas com crianças de variadas proveniências socioeconómicas e culturais. O objetivo deste estudo exploratório é aprofundar uma série de questões relacionadas com a implementação deste projeto nas escolas do 1.º Ciclo, tendo em conta dois tipos de participantes nele envolvidos: professores e alunos. No que diz respeito aos professores duas questões são levantadas: Como é que os professores do 1º ciclo, incluem, desenvolvem e aproveitam esta aplicação para preparar as suas aulas? Até que ponto eles podem ver o projeto como uma oportunidade para o seu próprio desenvolvimento musical? No que diz respeito aos alunos, o estudo irá procurar entender 1. Aspetos relacionados com construção do significado musical por parte das crianças com base nos exemplos musicais propostos por esta aplicação e 2. As possíveis consequências desta intervenção no domínio da comunicação musical estabelecida dentro da comunidade mais alargada, de família e amigos, em que a criança está situada. A metodologia a aplicar vai combinar métodos quantitativos e qualitativos. O projeto será mapeado por meio da elaboração de um questionário a ser enviado a todos os professores do 1.º ciclo envolvidos no projeto em setembro de 2013. Este inquérito será complementado e aprofundado a partir do desenvolvimento de dois estudos de caso, envolvendo duas escolas que estão a trabalhar com a aplicação Orelhudo. Para isso serão utilizados métodos de recolha de dados diversificados tais como observação participante, entrevistas semiestruturadas aos professores dessas escolas e reuniões de focus-group com os alunos. Espera-se que, dada a reduzida presença da música no 1.º Ciclo, se obtenha uma compreensão mais profunda do alcance do projeto “Orelhudo” e de possíveis janelas de oportunidade para a introdução da educação musical de uma forma mais sistemática neste nível de ensino.
 
Equipa de Investigação
Rui Bessa (Investigador Responsável) | Ana Isabel Ferreira | Ana Luísa Setas Veloso | Graça Mota | Jorge Alexandre Costa | Rui Ferreira
 
Financiamento
CIPEM/IPP
 
Período
2013-2015
 
Palavras-chave
Apreciação musical, significado musical, interdisciplinaridade, educação básica