• Dança7
Menu

 

Este projeto desenvolveu-se no âmbito da experiência de quase duas décadas da Escola Superior de Educação do Porto na formação de professores e partiu da constatação de que muitos dos jovens músicos que se candidatam ao Curso de Professores do Ensino Básico, Variante de Educação Musical, obtiveram a sua formação musical nas Bandas Filarmónicas. O facto de manterem, não só ao longo do curso como também enquanto jovens profissionais, a participação nas suas Bandas de origem, permitiu pensar que se tratava de em fenómeno de implicações múltiplas na construção das suas identidades musicais e potencialmente capaz de ser objeto de investigação sistemática sobre o papel de determinados contextos culturais no desenvolvimento de uma personalidade musical e profissional. Desenvolveu-se em parceira com a Escola Superior de Educação de Bragança.

Resultados

Tendo em conta a grande complexidade discursiva dos dados analisados, as definições conceptuais de identidade em geral e de identidade musical em particular parecem necessitar de uma atenção particular tendo presente os contextos sociais e culturais em que uma vida musical acontece e se desenvolve. Para além disso, importantes implicações para a Educação Musical advêm da compreensão acerca do efeito que uma forte prática instrumental no contexto de uma Banda Filarmónica pode ter como fonte de motivação para que os jovens venham a ter um envolvimento musical com caráter de permanência nas suas vidas.

 

Equipa de Investigação

Graça Mota (Investigadora Responsável), Rui Bessa, Rui Ferreira, Isabel Castro, Conceição Lobato, Ricardo Chéu, Filipa Seabra

 

Financiamento

Projeto financiado pela FCT – POCTI/CED/60609/2004 em colaboração com a Escola Superior de Educação do IPBragança

 

Período

2 de Maio 2005 a 30 de April 2008

 

Palavras-Chave: identidade musical, identidade profissional, contexto cultural, interioridade e cultural