• Caretos
Menu
Conferência Internacional
 
 
Música no Meio - Música e imaginários partilhados: nacionalismo, comunidades e canto em coroa
 
 
De 30 de Outubro a 1 de Novembro de 2014 | Universidade de Aveiro
 
 
Acolhimento e organização: Universidade de Aveiro e INET-md (Portugal); co-organização: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil), Centro Studi Opera Omnia Luigi Boccherini (Itália), e Universidad de Rioja.
 
Os estudos de Philip Bohlman propõem uma abordagem à temática do nacionalismo e da construção da “nova” Europa a partir de “múltiplos ângulos” de modo a abranger a pluralidade de actores e práticas musicais que intersectam e fracturam as identidades nacionais. No que diz respeito ao estudo da música e dos nacionalismos, não se trata de uma mera questão de géneros e repertórios, ou de narrativas hegemónicas, mas também da forma como os músicos negoceiam as suas próprias nacionalidades em contexto performativo.
Os nacionalismos coexistem com iniciativas da sociedade civil de mobilização de comunidades e grupos em torno de atividades musicais regulares, como a prática do canto em coro, com impacte na sociedade, seja propondo modelos alternativos de integração social ou individual,  novas ordens sociais ou utopias. O nosso interesse reside na exploração de processos que propõem novos modos de estar-no-mundo,  a interiorização de valores, a ritualização de comportamentos e de novos papéis sociais (incluindo os papéis de género).
As políticas culturais associadas às ideologias e regimes nacionalistas condicionaram a criação e performance musical, assim como a recepção de música. A interpretação e pesquisa do repertório marcado pelos nacionalismos representa um desafio para os músicos actuais, e o conhecimento do contexto e das suas práticas pode também fundamentar performances desse repertório e estimular o desenvolvimento de projectos de pesquisa artística.