• Dança 5
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutorando
Universidade de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte. Campus Universitário de Santiago
Aveiro
3810-193
Portugal
CV:

Nota Biográfica

Luís Bittencourt é músico, compositor e pesquisador. É mestre em Música, Performance, pela Universidade de Aveiro (Portugal) e Bacharel em Música (Percussão) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, Brasil). Como percussionista, suas performances incluem primeiras audições de suas próprias composições e obras de compositores como Christopher Deane, Tan Dun, Edson Zampronha e Vinko Globokar. Como compositor, busca combinar o refinamento dos timbres experimentais e contemporâneos com a energia performativa de gêneros musicais como o rock, jazz e minimalismo. Como pesquisador, tem interesse nas áreas da Performance Musical, Estudos em Performance e Artistic Research. Possui uma dissertação de mestrado sobre o uso da água como instrumento de percussão e atualmente desenvolve uma pesquisa, sobre o uso de fontes sonoras e instrumentos incomuns no repertório para percussão, no Programa Doutoral em Música da Universidade de Aveiro e financiada pela CAPES (Brasil).

 

Tese de Doutoramento

Found Sound: complexidade epistêmica na performance de obras para percussão que utilizam instrumentos incomuns.

Prof. Orientadora: Dra. Helena Marinho
Resumo: Esta investigação visa promover e sustentar a pesquisa sobre o modo como os intérpretes interagem com obras para percussão, compostas para instrumentos e fontes sonoras incomuns, durante a elaboração da performance. A música criada no século XX trouxe uma grande quantidade de objetos e materiais que, através da experimentação e criatividade de compositores e performers, foram e continuam sendo utilizados pelas suas potencialidades sonoras. No entanto, há́ uma lacuna acerca de uma definição precisa sobre esta prática, de modo que termos como "fonte sonora incomum", "instrumento não-convencional" ou "found instrument" são, muitas vezes, usados de forma intercambiável e sem distinção clara. Esta lacuna é também uma das questões, entre outras, que esta investigação pretende esclarecer, tendo como objetivo geral compreender a complexidade epistémica envolvida na elaboração da performance de obras que utilizam instrumentos e fontes sonoras incomuns. Pretende-se produzir conhecimento, acerca de processos específicos a uma área ainda pouco explorada da performance em percussão, de forma a promover a autonomia do intérprete na elaboração da performance de obras desse género. Alguns dos objetivos específicos desta investigação incluem a criação de técnicas de produção sonora, utilizadas na performance de obras selecionadas, e a formalização de procedimentos instrumentais específicos comummente transmitidos via tradição oral; a criação de novas fontes sonoras incomuns, bem como maneiras de aperfeiçoar instrumentos incomuns já́ existentes como, por exemplo, o waterphone; promover a ampliação e divulgação deste tipo de repertório (composição, encomendas e performances) e fornecer uma análise sobre as obras estudadas a partir da perspectiva do performer.