• Caretos
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutorando
Universidade Nova de Lisboa FCSH Av. de Berna, 26 C
Lisboa
1069-061
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
CV:

Nota Biográfica

Francesco Valente, natural de Italia, vive em Lisboa há 18 anos. Licenciado em Letras, na Universita degli studi di Milano e em Música, na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) -Variante Jazz-. Conseguiu o título de mestre em Etnomusicologia, na Universidade Nova de Lisboa, tendo como orientadores de dissertação Salwa Castelo Branco e Carlos Sandroni, dois etnomusicólogos de renome internacional. É investigador no grupo de pesquisa do Departamento de Música da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) "Festas Populares de Pernambuco sob a perspectiva dos músicos". Frequenta o segundo ano do curso de Doutoramento em Ciências Musicais na Universidade Nova de Lisboa. O seu projecto de Tese é sobre os processos de hibridismo e os efeitos da patrimonialização no frevo de Pernambuco.

Estudou música com Afonso Pais, Massimo Cavalli, Nelson Cascais, Bernardo Moreira, João Moreira, Pedro Moreira, Andre Fernandes. Frequentou Workshop's com Mike Mainieri, Marc Miralta, Carlos Bica, Carlos Barretto, David Binney etc. Tocou e toca em numerosos festivais nacionais e internacionais, no contexto da World Music, Pop e Jazz. Conta com numerosas colaborações e gravações de discos (David Murray, Mike Mainieri, Marcos Suzano, Mario Tronco, Mimmo Epifani, Orchestra di Piazza Vittorio, Raimundo Amador, Né Ladeiras, José Barros; Cool Hipnoise, Kumpania Al-Gazarra, Groove Quartet, Andre Cabaço, Fogo di Mar, Loopless, Ponto de Equilíbrio, Vitor Santana, Mahesh Vinayakram, Kutla Khan, João Pires etc.).

Toca contrabaixo e baixo eléctrico em projectos como Terrakota, Tora Tora Big Band, Orquestra Todos, Aline Frazão, Anonima Nuvolari etc.

Esta envolvido em variadas formações de Jazz em Portugal, entre as quais Tora Tora Big Band, Luís Vicente Trio, Guto Lucena, Ricardo Pinto Quinteto, Hugo Trinidade, Chibanga Groove e o MoFrancesco Quintetto no qual actua em qualidade de líder.

 

Tese de Doutoramento

Este projecto de investigação tem como objecto de estudo o frevo, um género de música popular brasileira, nas suas múltiplas expressões e contextos performativos em Pernambuco, tendo em conta a recente patrimonialização do género inscrito na Lista Representativa do Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, em 2012. O estudo foca o papel do frevo no carnaval de Pernambuco, sobretudo em Olinda e Recife; os processos de hibridismo no âmbito do frevo instrumental; o impacte da criação do "Paço do Frevo" na sequência do reconhecimento da UNESCO, no ensino, na performação e na difusão do género. Para este efeito, irei realizar trabalho de campo etnográfico em Olinda e Recife, contando com o apoio científico de Carlos Sandroni, etnomusicólogo e responsável pela inscrição do Frevo na lista representativa da UNESCO, integrando-me igualmente no Grupo de Pesquisa do Departamento de Música da UFPE .