• Guitarra
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutoranda
Universidade de Aveiro Departamento de Comunicação e Arte Campus de Santiago
Aveiro
3810-193
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: 351 21 790 83 08
CV:

Nota Biográfica

Shari Simpson de Almeida. Formada em Flauta Transversal pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007) e mestre em performance musical pela mesma instituição (2010). Shari atualmente cursa o Doutoramento em Performance Musical na Universidade de Aveiro, e obteve uma bolsa de estudos da CAPES (Brasil) para realizar o curso – a pesquisa tem o título provisório de 'Metáforas e imagens em uma performance multissensorial para flauta', e procura investigar, por meio de entrevistas à flautistas profissionais, a relação entre as ideias interpretativas dos flautistas sobre três peças para flauta solo (Density 21.5, Syrinx e a Sonata em Am de C.P.E Bach) e o uso de imagens, metáforas e narrativas, associadas por eles à essas obras. Pretende-se, com isso, observar se há uma espécie de imaginário colectivo dessas obras. Os dados obtidos durante a pesquisa serão utilizados como inspiração para criar uma performance multissensorial das obras investigadas. Antes de vir estudar em Portugal, Shari sempre morou em Belo Horizonte (Brasil), sua cidade natal. Lá desenvolveu diversos trabalhos como camerista e professora de flauta. Foi integrante da Flutuar Orquestra de Flautas desde sua fundação (2006), e participou da gravação do primeiro CD da Orquestra. Como camerísta, desenvolveu trabalhos principalmente em grupos de flautas: em duo com Marcela Nunes (Prêmio Jovem Músico BDMG 2010); e em quinteto (Quinteto Em Flautas - Prêmio FUNARTE de Concertos Didáticos, 2010). Foi bolsista em diversos festivais como, por exemplo, o Festival Internacional de Campos do Jordão (2009); e o Fusion Arts Exchange Program in Music Composition and Performance (2007 - Boston/EUA), através da Fulbright no Brasil.

 

Tese de Doutoramento

Metáforas e imagens em uma performance multissensorial para flauta

De acordo com Clarke (in: Rink, 2002), o músico intérprete tem que ter uma estratégia expressiva por meio da qual dê vida à música. Investigar a estratégia expressiva de diferentes flautistas acerca de três obras importantes do repertório da flauta transversal (Sonata em Am, C.P.E Bach; Syrinx, Claude Debussy; e Density 21.5, Edgar Varèse) é um dos objectivos da pesquisa "Metáforas e imagens em uma performance multissensorial para flauta". A intenção é verificar se os músicos utilizam imagens e metáforas no processo de interpretação das obras. As considerações interpretativas a respeito das peças estão sendo coletadas em entrevistas semi-estruturadas. Posteriormente, os dados obtidos serão analisados, com o intuito de investigar se é possível estabelecer paralelos entre as considerações dos flautistas, e relacioná-las à pesquisa bibliográfica realizada. A partir desses dados, será criada uma performance das obras investigadas, na qual os pensamentos dos intérpretes serão evidenciados através da música, mas também pelo uso de recursos extra-musicais como vídeo, luz, cenário, etc. A performance multissensorial será, portanto, um reflexo dos pensamentos expressivos investigados e/ou uma representação das metáforas interpretativas referenciadas pelos entrevistados.