• Disco
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutoranda
Av. de Berna 26 C
Lisboa
1000
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Nota Biográfica

Doutoranda em Ciências Musicais no Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança, Universidade Nova de Lisboa, Portugal, com Bolsa do FCT e Violoncelista especializada em Interpretação Historicamente Informada. Mestre em Música, com especialização em Música Antiga, pelo Conservatório Real da Haia, Holanda..Foi premiada nos seguintes concursos: Concurso Internacional Júlio Cardona, Covilhã, Portugal (1998), Prémio Jovens Músicos-RDP, categoria de Música de Câmara, Lisboa (1996-1997), Concurso Parnaso, Porto (1995). Foi seleccionada em 2007 para integrar a Orquestra Barroca da União Europeia. Recebeu a Bolsa Top Talent Award para estudos de mestrado, atribuida conjuntamente pelos Conservatórios da Haia e de Amsterdão, Holanda (2006-2007), e recebeu uma bolsa de estudos da Fundação Calouste Gulbenkian (1995-1998). Participou na gravação dos seguintes discos: Ópera Antígono de Antonio Mazzoni, Divino Sospiro, Enrico Onofri, ed.Dynamic (2013), As Quatro Estações, A. Vivaldi, Forma Antiqua, Aarón Zapico, ed. Winter&Winter (2012), 1700 - The Century of the Portuguese, Divino Sospiro, Enrico Onofri, Dynamic(2011), Pedra Irregular, 7 Lágrimas, ed. Murecords, Portugal (2010), Silêncio, 7 Lágrimas, ed.Murecords(2009), Baroque Suites, European Union Baroque Orchestra, ed.The Gift of Music (2008), Sinfonias de Mozart, Divino Sospiro, ed.Nichion (2007). Colabora enquanto violoncelista com os seguintes agrupamentos: Orquestra do séc XVIII, New Dutch Academy, B'Rock, Orchestra of The Age of Enlightenment, Irish Baroque Orchestra, Holland Baroque Society, Al Ayre Español, Divino Sospiro, Forma Antiqua, Les Passions de l'Âme.

 (ver CV)

 

Tese de Doutoramento

O Violoncelo em Portugal c.1750/1834

Um estudo de repertório e práticas interpretativas

Resumo

Este estudo tem por objectivo aprofundar o conhecimento do violoncelo em Portugal no período c.1750/1834 e será estruturado em duas secções principais:

1. Estudo do repertório em que o violoncelo assuma um papel de relevância, seja ele solístico, camerístico ou orquestral, através da recolha e análise do repertório conhecido e pesquisa em acervos públicos e privados de obras desconhecidas.

2. Pesquisa das práticas interpretativas, tanto ao nível estilístico como instrumental, técnico e organológico através do estudo de tratados e ensaios instrumentais teóricos contemporâneos, tentando estabelecer pontes estilísticas com as práticas instrumentais noutros países europeus. Será também consultada documentação histórica que possa incluir dados sobre a actividade dos violoncelistas em Portugal, instrumentos e práticas interpretativas, bem como de bibliografia complementar de contextualização relativa à música portuguesa e europeia da época.