• Bombos
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutorando
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa
Av. de Berna, n.º 26 C
1069-061 Lisboa
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 790 83 00 (ext. 1583)

Nota Biográfica

Nascido no 1979 em Bergamo, Itália, Giordano Calvi consegui o Mestrado em Musicologia no Dipartimento di Musicologia e Beni Culturali di Cremona, Università degli Studi di Pavia escrevendo uma tese sobre as conexões entre música, politica e a invenção da identidade ao interno do partido da Lega Nord, um partido de extrema direita italiano. Os seus campos de interesse são também os estudos da performance, os estudos de genero, a invenção da tradição e as rivalidades entre aldeias por meio de rituais tradicionais. Com o Maurizio Corda realizou 25 corta-metragens de caractér antropológico sobre a vida, as tradições e as identidades de Santa Brigida e Cusio, duas pequenas aldeias de montanha na Itália do Norte. Começou há pouco tempo o Doutoramento em Ciênciais Musicais no Departamento de Ciências Musicais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa com um projecto em fase de desenvolvimento sobre o Black Metal em Portugal. Ele toca também a trompete no “Volks Populi”, uma banda klezmer que tocou na Itália e no estrangeiro ao longo dos ultimos anos. Durante os ultimos quatro anos dirigi uma banda filarmónica em Cremona. Além disso ensinou também teoria da música e instrrumento em muitas bandas filarmónicas e trabalhou como operador de oficinas de teatro musical na Academia do Teatro alla Scala em Milão.
 
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
Gritos Extremos: Música e Emoções no Black Metal em Lisboa
 
Screen_Shot_2017-03-28_at_15.34.24.png
 
Orientação
 
Referência Bolsa
PD/BD/128486/2017
 
Resumo
Black metal é uma categoria musical que se desenvolveu a partir do heavy metal na década de 1980. Espalhou-se em boa parte do mundo tornando-se um fenómeno global apesar de ligado a uma produção musical underground. O black metal praticado na Noruega pode ser considerado o modelo de base para a fixação e o desenvolvimento do que se reconhece como um estilo musical. As características musicais que o representam na gíria entre os seus praticantes compreendem: blast beat - uma velocidade extrema; mid-tempo - alternância de tempos mais lentos e marciais; screaming - uma técnica vocal de grito, que leva o uso da voz a um extremo expressivo; e um som geral eletrificado muito pesado, partindo de técnicas instrumentais violentas na guitarra, na bateria e no baixo elétrico. Os tópicos das letras contêm temas como misantropia, satanismo, morte, tristeza, melancolia e suicídio. Este estudo visa a produção da expressividade e, consequentemente, das emoções extremas no black metal a partir do discurso de vários intervenientes: músicos, produtores musicais, técnicos dos sons, treinadores vocais, editores, fãs e jornalistas. Em particular foca o uso da voz ao limite, como dispositivo de carga estética e emocional significativa. Parte de um conjunto complexo de sonoridades que definem e destacam o black metal de outros tipos de música extrema, a voz emerge assim como detalhe distintivo nesta categoria musical. A circunscrição na cena lisboeta parte do pressuposto de que algumas das bandas mais antigas que ao longo dos anos desenvolveram o black metal em Portugal, e podem ser consideradas referenciais, aqui se encontram centradas. O trabalho de campo e a experiência ativa na aprendizagem do uso da técnica vocal serão componentes preferenciais para este estudo de caso especifico interpretando relações entre música e emoções na cena black metal em Lisboa.