• Disco
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutoranda
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa
Av. de Berna, n.º 26 C
1069-061 Lisboa
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 790 83 00 (ext. 1583)
CV:

Nota Biográfica

Curadora e profissional de museus desde 1996, exerceu atividade na Expo’98, Lisboa, e no Serviço de Ciência da Fundação Calouste Gulbenkian. Licenciada em Musicologia em 1992, pós-graduada em Estudos de Música Popular em 2011, é atualmente aluna de doutoramento em Etnomusicologia/ Museologia sob orientação da Professora Salwa El-Shawan Castelo-Branco, Universidade Nova de Lisboa, e sob a coorientação do Dr. Noel Lobley, Pitt Rivers Museum, Univertsity of Oxford. É autora de publicações sobre comunicação escrita para museus e estudos de visitantes, e sobre a interligação entre os estudos de museus e estudos musicais. Realizou trabalho etnográfico e análise do discurso sobre exposições de música popular em Portugal que se traduziram na tese de mestrado Popular music exhibitions in Portugal: practices of representation from 2008 to 2013. Tendo por objetivo promover a comunicação de conhecimento científico sobre música em museus, bem como estimular o lançamento de novas práticas museográficas através da exposição e da interpretação de som musical, os seus interesses de investigação englobam a etnomusicologia, estudos de som, estudos de museus, património musical, narrativas museológicas, análise do discurso, som musical enquanto artefacto, coleções de fonogramas e arquivos sonoros e música e cultura material. (197 palavras) É autora do blog www.objectsofsound.com distinguido pela editora MuseumsETC para integrar a publicação The Museum Blog Book (2017).
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
Epistemologias sonoras como forma de expor conhecimento: um novo género para os museus
 
Alcina Cortez - Doutoramento 4
 
Orientação
Salwa Castelo-Branco e Noel Lobley (co-orientador)
 
Resumo
Três factores têm conduzido a uma reflexão sobre as configurações de representação e de exibição da música em museus: o crescimento reconhecimento da música como património, estimulado em parte pela convenção da UNESCO para o Património Cultural Intangível da Humanidade; as potencialidades da música, reveladas pela disciplina da Etnomusicologia, enquanto instrumento de estudo aprofundado das sociedades; e o reconhecimento da importância da utilização do som em exposições museológicas, pela sua capacidade de convocar memórias, de promover experiências emotivas e de criar um sentido de pertença. O projeto visa desenvolver e intensificar a prática museológica em relação ao património musical, centrando-se na passagem de uma prática expositiva exclusivamente assente na cultura material, para uma prática que considere sobretudo os desafios e as oportunidades de expor o som, em particular através de epistemologias sonoras. A investigação desenvolve-se em duas linhas: uma parte analítica, que consiste em perspectivar o estudo interdisciplinar dos museus da música em Portugal com a prática inglesa de expor som em museus; e uma parte prática, que visa a concepção de uma exposição sobre a música enquanto património, propondo um novo paradigma visual e aural. A exposição do som musical assenta em duas abordagens, que considero fundamentais no âmbito das práticas interpretativas contemporâneas: o som musical enquanto artefacto, através da sua contextualização histórica, musical, económica, social e política, e enquanto objecto de contemplação estética.
 
 
 
 
Linha Temática: Música e Media

Perfil